baguinho de arroz

Este blog é dedicado a um baguinho de arroz que cresce na minha barriga e encanta uns papás de 1ª viagem... >24/02/2006 O baguinho de arroz já cresce fora da barriga da mãe, mas continuamos a ser uns papás estreantes e encantados.<

terça-feira, fevereiro 12, 2008

via satelite

Ultimo post a 18 de Dezembro do ano passado…ui e tanto já se passou entretanto…

Pensava eu que ia começar a poder escrever por aqui mais assiduamente, enganei-me.

Tudo começa com a mamã Bago ficar sem emprego. Sem net em casa, tenta-se tratar disso o mais rápido possível, até porque é suposto começar a enviar currículos (obrigatoriedade do centro de emprego, já volto a falar disso).

Pensava eu que o deserto era a margem sul, mas realmente constato que se não moras em Lisboa, as coisas são demasiado complexas e acabámos por “contratar” a net portátil. Sim, porque os satélites, felizmente ainda passam aqui por cima. Fica mais caro? Fica, e então? Só em meados deste ano é que estão a pensar fazer ligações via cabo aqui por estas bandas. Conclusão, tenho um “sabonete” colado no portátil, que por sinal está sempre a descolar-se.

Voltando ao centro de emprego, fui lá fazer a minha inscrição, e ao final de 4 horas lá me atenderam. Parece que as coisas agora mudaram, há exigências mais apertadas para que está inscrito (acho bem). Uma das exigências trata-se da apresentação quinzenal a um local designado por eles (no meu caso, a seg. social cá da terra). Esta apresentação, ainda não percebi bem para que serve, mas faz-me sentir um pouco como alguém que tem “termo de identidade e residência”. Será que gostam de me ver lá, para ver a minha evolução pessoal? Se tenho mais rugas, se cortei o cabelo, ou pura e simplesmente querem garantirem que não fui de ferias com a fortuna que recebo mensalmente. E agora pergunto eu, há quem vá de férias? “Prá” onde? Há quem receba o suficiente que dê para ir de férias? Mas o máximo não é 3 ordenados mínimos… Então se não têm medo que vamos de ferias, para que serve? Vou lá, apresento a folha com a data marcada, o B.I. (e a Lara ao colo), recebo um “bom dia” e um novo papel para me apresentar daí a 15 dias…. Sem perguntas, sem nada….Então para que serve?

A outra obrigatoriedade é a de mensalmente apresentarmos provas de que estamos à procura de emprego. O que eu pensei ser algo do tipo, guardar os mails e as cartas que envias… Mas não é só isso, há um n.º obrigatório de coisas que tens de fazer, o que leva a que, para cumprir objectivos, estou a concorrer a coisas que não quero, só para fazer número. Não era mais fácil ir acompanhando as pessoas, orientando-as e ajudando-as as procurar as actividades para as quais estão mais vocacionados? Enfim…

Mas também há coisas boas, para as pessoas desorganizadas, há uma pastinha, com separadores para colocar as acções que realizamos na procura de emprego. Isso pareceu-me positivo.

Agora do Baguinho de Arroz, que já está quase nos 2 aninhos, só há a dizer que é uma linda. Fala pelos cotovelos e já se percebe algumas coisas. Faz questão de repetir o que dizemos, o que a partir de agora tem de ser ter cuidado com o que se diz. Um exemplo é quando algo não me está a correr bem e digo “bolas!!” e ela repete logo: “baias” (no mesmo tom :-) )

Ainda não entraram no vocabulário dela as vogais “o” e “u”. Daí o “baias” (bolas) ou também “Láia” (Lua ou Lara).

Grita e corre o dia todo com uma alegria e energia impressionante, o que torna as fotos difíceis de tirar, normalmente só é possível quando está a ver o Ruca, ou o Noddy, ou o Todd ou o Pocoyo…Únicos momentos onde fica quieta.

Fomos pela primeira vez experimentar o Gymboree, pensei que seria um bom início de convívio com crianças da idade dela, uma vez que vai para o infantário em Setembro e não convive muito com outras crianças. Até há pouco tempo ela afastava-se e tinha medo das outras crianças e a ama não tem mais ninguém por isso o convívio com crianças resume-se a uma ou duas vizinhas, mas de pouca duração. Mesmo assim já se notava uma melhoria na relação com as outrascrianças, o ganho de confiança e no Gymboree isso notou-se, na interacção com os outros na participação…

A aula experimental foi grátis e adorei. A Lara, como seria de esperar, corria de um lado para o outro e queria mexer em tudo, experimentar tudo e prestando pouca atenção à professora. Mas mesmo assim ainda cumpriu alguns objectivos o que achei impressionante, já que é muito difícil convencer o nosso Baguinho de Arroz a fazer o que quer que seja. Inscrevemo-la por 3 meses e vamos uma vez por semana. Acho que vai ser bom para ela.

Em relação à saúde dela, já fomos fazer as segundas análises à urina, estava tudo bem. Agora só me falta marcar a Eco renal, mas tenho de tomar coragem e ir ao posto médico pedir a credencial….horas esperam-me, tenho de me lembrar de levar algo para ler e comer.

Novidades não me lembro de mais, só me resta ir tentar por em dia os cantinhos que costumo visitar para ver como estão as coisas.

E para terminar, um pequeno vislumbre da minha razão de viver a minha linda. É mesmo linda não é (baba, muita baba)

Etiquetas: ,

3 Comments:

Blogger Templo do Giraldo said...

http://templodogiraldo.blogspot.com/


Passem por aqui e comentem. SAUDAÇÕES.

7:30 da tarde  
Blogger Maria said...

Já tinha saudades de ter noticias vossas. Pena teres ficado sem emprego, espero que encontres algo bem rapido.

E a tua menina está linda, linda!

Beijocas e bom fim de semana

Maria Pereira

7:12 da tarde  
Blogger Dora said...

Olá Pais Bagos de Arroz,

Daqui Vanessa... perdi os vossos contactos mas não me esqueci que a Lara, o próprio Bago de Arroz, fez três anos nesta 3a feira. Espero que tenha sido um dia muito FELIZ e que estejam todos bem e empregados :)

Beijinhos

2:48 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home